Um homem, de 60 anos, foi preso preventivamente pela Polícia Civil do Paraná (PCPR) investigado pela prática de diversos crimes de estelionato. A captura aconteceu na terça-feira (13), em Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba.

O indivíduo é motorista de aplicativo e aplicava os golpes em passageiros que utilizavam o transporte. Ao todo, seis vítimas foram identificadas.

young-uber-driver-car-interior
Foto ilustrativa: Freepik

“Ele começou a ser investigado após as denúncias de que, no momento de efetuar o pagamento com cartão de crédito, ele descontava o valor da corrida e, em seguida, fazia uma nova transação sem que o passageiro percebesse”, explica o delegado da PCPR Felipe Martins.

Inicialmente, foram instaurados quatro inquéritos policiais que identificaram o autor da conduta, sendo concluídos com indiciamento por estelionato.

Dias depois, mais duas vítimas compareceram à unidade policial para noticiar fato semelhante. A equipe verificou que as condutas foram praticadas após o interrogatório do autor ocorrido no desenrolar da primeira investigação.

Diante dos fatos, a autoridade policial instaurou novos inquéritos, que novamente identificaram o homem como autor do delito.

Ele foi preso e encaminhado ao sistema penitenciário.

Denúncias

Outras vítimas que possam ter sofrido o golpe aplicado pelo homem, podem denunciar o crime. O boletim de ocorrência pode ser registrado pelo site da PCPR ou presencialmente na delegacia mais próxima.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Pague 2, leve 1: motorista de app que cobrava corrida em dobro sem passageiro saber é preso em Araucária

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.