Um padrasto de 42 anos foi preso, neste domingo (24), suspeito de oferecer dinheiro para uma adolescente de 16 anos para manter relações sexuais com ela em Rio Branco do Ivaí, no Norte do Paraná. Segundo a Polícia Civil, a vítima possui deficiência auditiva e já vinha sendo abusada por ele há alguns meses.

Foto: Reprodução EBC

Em entrevista à Banda B, o delegado Ricardo Augusto de Oliveira Mendes relatou que a mãe da vítima foi quem percebeu os possíveis abusos, tanto que se separou do agressor há cerca de um mês. “Após flagrar ele passando a mão na adolescente, a mãe procurou o Conselho Tutelar e, por meio de libras, a vítima consegui relatar o que vinha acontecendo. Além de passar a mão, ele costumava observá-la durante o banho”, descreveu o delegado.

Com a separação, o padrasto passou então a enviar mensagens para a enteada, oferecendo dinheiro e outros objetos para poder manter relação sexual com ela. Entre as mensagens, a polícia encontrou vários vídeos e fotos em que o agressor aparece nu.

Na delegacia, o suspeito permaneceu calado durante o interrogatório. Ele agora permanece à disposição da Justiça e vai responder por estupro de vulnerável e indução à prostituição.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Padrasto é preso suspeito de oferecer dinheiro para estuprar adolescente com deficiência

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.