Por Luiz Henrique de Oliveira e Djalma Malaquias

obra1Vigia foi assassinado com um tiro (Foto: Djalma Malaquias – Banda B)

Operários de uma obra para a construção de um prédio no bairro Portão, em Curitiba, encontraram o vigia do local assassinado no início da manhã desta quarta-feira (11). A principal hipótese é que Johnson Costa Torres, de 65 anos, tenha sido executado com um tiro durante a madrugada. A principal suspeita é que ele tenha sido vítima de um assalto.

Segundo um funcionário da obra, o homem trabalhava como vigia do local. “Ele entrava sempre às 17h30 e ficava até as 7h30. Era um rapaz muito gente boa e a gente fica até surpreso com o que aconteceu, porque todo mundo gostava dele. Ele está morto no quarto andar do prédio, local que costumava descansar”, afirmou à Banda B.

O perito Edimar Cunico, do Instituto de Criminalística, disse que a principal hipótese é de um latrocínio (roubo seguido de morte). “A vítima é um senhor de idade que levou um tiro no peito e os indícios são de um roubo no local. A pessoa pulou o muro, entrou e cometeu o crime”, descreveu.

A filha de Johnson esteve no local e, emocionada, preferiu não gravar entrevista. O corpo foi recolhido ao Instituto Médico Legal de Curitiba (IML).