A Polícia Civil e a Vigilância Sanitária (Visa) apreenderam fenol, injetáveis sem registro na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e frascos de ácido hialurônico vencido durante uma operação na clínica onde uma idosa, de 64 anos, foi submetida ao peeling e sofreu queimaduras graves.

A clínica estética alvo da operação durante a manhã desta quinta (13) está situada na região central de Curitiba (PR). A dona da estabelecimento, identificada como Pamila Souza Rios, não estava no local quando a polícia chegou e, portanto, não foi presa.

Segundo a delegada Aline Manzatto, “havia muitas irregulares na clínica” da mulher que se identificada como biomédica aos pacientes, o que justificava a prisão em flagrante. Em outra ocasião, ela disse à polícia ser esteticista e estudante de biomedicina, mas nenhum destes títulos foi comprovado ainda.

O fenol encontrado na clínica onde a paciente sofreu queimaduras após o procedimento foi manipulado por uma farmácia de São Paulo e prescrito por uma dentista do mesmo estado. “Ele [fenol] é manipulado em uma farmácia de São Paulo como se fosse para ser usado no nome da esteticista”, disse ela.

“Nos certificados que vimos na clínica, não há nenhum órgão que os valide. Ela se identificou como esteticista, mas ainda não temos sequer provas de que ela realmente é”

Delegada Aline Manzatto.
pamilla
A dona da clínica alvo de operação da Polícia Civil, Pamila Souza Rios – Foto: Reprodução/Redes sociais

Conforme a delegada, a mulher deveria ser formada em algum curso superior da área da saúde para realizar procedimentos invasivos.

Pamila Souza Rios é investigada por exercício irregular da medicina, lesão corporal e falsificação de medicamentos. Procurado pela Banda B, o advogado dela preferiu se manifestar em outro momento, após se reunir com outros profissionais que compõem a defesa.

Segundo apurou a reportagem, a mulher atua como esteticista em Curitiba há pelo menos oito anos. Além de procedimentos estéticos, ela oferece serviços de beleza, como manicure e tintura de cabelo.

O caso

Pamila Souza Rios começou a ser investigada após uma paciente dela, de 64 anos, ser submetida ao peeling de fenol no dia 25 de maio e sofrer queimaduras no rosto.

“A vítima, de 64 anos, possivelmente irá precisar de enxerto para se recuperar dessa queimaduras. Essa esteticista chegou a falar que era formada em biomedicina, o que é mentira”, disse a delegada Aline Manzatto.

A idosa precisou ser hospitalizada 11 dias após o procedimento. A própria vítima e seus familiares, diz a polícia, alertaram a esteticista sobre a necessidade de assistência médica, mas ela teria respondido que as dores eram normais e recomendado somente a aplicação de uma pomada no rosto.

A vítima pagou cerca de R$ 4 mil pelo procedimento.

O que diz a defesa de Pamila Souza Rios?

A defesa de Pamila Souza Rios se posicionou sobre a operação feita pela Polícia Civil e a Vigilância Sanitária (Visa). Veja o texto, abaixo:

A defesa tem a esclarecer que não ocorreu uma operação policial de busca e apreensão no estabelecimento, que houve sim uma fiscalização da Vigilância Sanitária Municipal que constatou algumas irregularidades requerendo apoio da Polícia Especializada para acompanhar as apreensões, que resultam em algumas amostras de produtos voltados a beleza.

Por parte da autoridade policial foi realizada a busca de documentos voltados a formação da Sta. Pamila que serão objeto de investigação e que oportunamente a defesa irá se manifestar. Pamila atua no ramo da beleza a mais de 9 anos e sempre tem se especializado em novas técnicas de beleza, inclusive com o manejamento de fenol em São Paulo por uma profissional de classe.

Quanto ao procedimento realizado na vítima que deu origem ao boletim de ocorrência, as imagens do 6. dia do procedimento comprovam o contrário das fotos veiculadas pela imprensa, os áudios encaminhados a Pamila também comprovam que a recuperação do procedimento estava a contento e em nenhum momento a vítima disse estar passando mal ao ponto de ser internada ou lavada a procedimento de enxerto.

defesa de Pamila Souza Rios.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Polícia apreende fenol e injetáveis sem registro na Anvisa em clínica onde idosa teve queimaduras de 3º grau após peeling

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.