Foto: Divulgação PRF

 

Oito pessoas são presas por dia nas estradas do Paraná, segundo balanço divulgado nesta terça-feira (9) pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). Em 2018, 2.896 foram presas nas rodovias, por diferentes crimes.

O balanço também mostra que 51 toneladas de drogas foram apreendidas ao longo do ano passado. Desse total, cerca de 45,7 toneladas são de maconha, que representou cerca de 89,7% das drogas apreendidas.

As equipes da PRF também tiraram de circulação 4.555 quilos de cocaína no estado, resultado mais de quatro vezes superior ao de 2017, quando 1.038 quilos do entorpecente foram apreendidos. A PRF apreendeu ainda 629 quilos de crack no ano passado – 13,8% mais do que em 2017.

Segundo o coordenador de comunicação da PRF, Fernando Oliveira, o Paraná é uma rota para o tráfico e para o contrabando, por conta de sua posição geográfica. “O Paraguai produz muita maconha e também produz muito cigarro e o Paraná acaba sendo um entreposto também para o tráfico de cocaína da Bolívia e Colômbia. A característica geográfica torna o estado um dos com maior volume de apreensão de drogas”, explicou.

Armas

A Polícia Rodoviária Federal apreendeu ainda 142 armas de fogo e 20,7 mil munições, além de 18,4 milhões de carteiras de cigarro.