A Polícia Federal e Militar, após investigações, descobriram um laboratório que seria destinado à produção de drogas sintéticas na região oeste de Curitiba. Na operação realizada nesta quinta-feira (23), no bairro Butiatuvinha, dois homens foram presos e além de uma grande quantidade de substâncias químicas, armas também foram apreendidas.

O chefe da comunicação social da Polícia Federal do Paraná, Paulo Roberto, conta que um dos suspeitos é considerado o maior produtor de drogas sintéticas do Brasil. “Esse suspeito já é conhecido há algum tempo em razão do seu envolvimento com a produção de drogas sintéticas no Brasil. Ele é considerado o maior produtor de drogas sintéticas do país”, disse Paulo.

De acordo com a Polícia Federal (PF), uma entrega de equipamento utilizado na fabricação de comprimidos foi descoberta e, em seguida, ao confirmarem a suspeita sobre a residência estar sendo utilizada para o tráfico de drogas, foram até o local junto da Polícia Militar e prenderam os suspeitos em flagrante.

 

Cerca de 10 quilos de MDMA, principal substância química usada na produção de ecstasy, 50 mil reais, maquinários e produtos foram apreendidos. As armas, uma pistola e um revólver, estavam com a numeração raspada.

Ainda segundo a PF, a quantidade de produtos apreendidos seria suficiente para produzir cerca de 150 mil comprimidos de ecstasy.

Ambos foram encaminhados à Superintendência Regional da Polícia Federal, no bairro Santa Cândida.