Três suspeitos de tentar matar um caminhoneiro enquanto dormia foram presos pela polícia. Entre os detidos está uma mulher de 57 anos, que era a namorada do homem. O crime aconteceu em junho do ano passado em Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná, e o caminhoneiro quase morreu. 

prende-suspeitos-crime-caminhoneiro-1
Foto: Polícia Civil.

Segundo as investigações, ele teve a casa invadida por homens que o agrediram com diversos golpes de facão e faca ainda enquanto dormia. Conforme a polícia, o caminhoneiro acordou sendo golpeado por diversas vezes na cabeça, braços e nas costas. 

“Ele foi golpeado com golpes de facão e faca, e acabou ficando gravemente ferido. Foi socorrido por vizinhos, que chamaram a emergência. Passou por cirurgias, entre elas uma para reconstruir um dos braços que quase foi amputado”

disse o delegado Guilherme Fontana.

Investigações 

As investigações descobriram que a morte do caminhoneiro teria sido ordenada pela namorada dele. Segundo a polícia, ela teria contratado dois homens para cometer o crime e pagou o valor de R$ 3 mil adiantado, enquanto o restante, cerca de R$ 7 mil, seria pago após o crime. 

Na madrugada do dia do crime, a mulher manteve comunicação com os criminosos via whatsapp e esperou a chegada deles quando, espontaneamente, abriu a porta da casa para que entrassem. 

Logo em seguida, os dois homens foram até o quarto do caminhoneiro onde o atacaram enquanto dormia. 

prende-suspeitos-crime-caminhoneiro
Foto: Polícia Civil.

Prisão 

“Após meses de investigação, conseguimos identificar os três suspeitos desse crime. A atual convivente da vítima teria sido a mandante do crime, ela teria contratado jovens para matarem o convivente, muito provavelmente com interesses patrimoniais” 

destacou o delegado.

A mulher foi presa no começo de maio deste ano. Em seu interrogatório, alegou que tudo não passou de uma simulação de um roubo para quitar, sem a vítima saber, a dívida que ela tinha com um agiota. Ela alegou que não sabia que seu convivente seria agredido durante a simulação.

Os outros dois envolvidos foram presos nesta quarta-feira (29). O inquérito vai ser finalizado e os três vão responder por tentativa de homicídio qualificado.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Namorada suspeita de pagar R$ 10 mil para matar caminhoneiro é presa: ‘Interesses patrimoniais’, diz delegado

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.