A mulher acusada de matar Bob Dylan dos Santos Nascimento, de 30 anos, em agosto, no Largo da Ordem, no Centro de Curitiba, foi presa pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). A mulher, de 25 anos, foi capturada na última sexta-feira (18), no mesmo bairro do crime. Ela confessou o crime e disse ter esfaqueado a vítima para defender a namorada, que teria sido assediada por ele.

A delegada Tathiana Guzzela da DHPP disse que as câmeras de segurança auxiliaram a polícia. “As imagens das câmeras de segurança registraram o momento em que a autora estava indo ao encontro da vítima, inclusive, as imagens constatam que ela estava com a faca em mãos, escondida na parte de trás do corpo, nas costas, enquanto conversava com a vítima. Na delegacia, ela confessou e disse ter dado apenas uma facada. Embora não conheça sobre anatomia, ela desferiu, segundo ela, sem intenção de morte, mas atingiu o coração desse homem”, descreveu à Banda B.

Para a polícia, a mulher presa confessou que matou Bob após uma confusão envolvendo a namorada dela. “Ela contou sobre a motivação e tem relação com a companheira dela. Essa mulher teria sido abordada, assediada insistentemente pela vítima, no sentido, inclusive, que teve até um contato físico por insistência. Em defesa da companheira, essa mulher desferiu esse golpe mortal e matou Bob Dylan”, completou a delegada.

A mulher presa irá responder por homicídio qualificado.

Vídeos

Assista ao vídeos que auxiliaram a Polícia Civil: