Uma mulher, de 53 anos, perdeu dedos da mão e sofreu diversos outros ferimentos depois de pegar uma carteira no chão e o objeto explodir, no final da tarde desta sexta-feira (6), em frente ao Jardim Botânico, em Curitiba. Equipes do Esquadrão Antibombas do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) e da Polícia Científica isolaram a área e investigam os vestígios deixados pela explosão.

(Foto: Colaboração)

O cabo Cordeiro, do Corpo de Bombeiros, afirma que a vítima sofreu graves lesões na mão esquerda e em outras partes do corpo. “Chegando no local constatamos a vítima com lesões graves nas mão esquerda e até com a perda de dedos. Havia também algumas lesões nos membros superiores e inferiores por conta dos estilhaços da bomba que explodiu”, detalhou Cordeiro que disse ainda que a mulher estaria voltando do trabalho quando encontrou a carteira.

“Ela estava voltando do trabalho, andando pela calçada, quando avistou uma carteira no chão e se abaixou para pegar o objeto com a intenção de verificar se era de alguém da região. Isso foi um atentado, de alguém que queria machucar”, disse o cabo.

O tenente Alves, da Polícia Militar (PM), conta que a ocorrência é bastante incomum e que nenhuma outra “carteira explosiva” foi encontrada nas proximidades. “Não sabemos de mais nada, até porque quando a equipe da PM chegou no local a vítima já tinha ido para o hospital. Fizemos uma varredura no entorno e nada parecido foi encontrado”, revelou o tenente.

A vítima foi encaminhada por uma ambulância do Siate até o Hospital do Cajuru.