Reprodução Polícia Civil

 

Uma mulher de 32 anos foi presa em flagrante, nesta segunda-feira (25), por anunciar e vender históricos escolares falsos em Curitiba. De acordo com a Polícia Civil, a prisão foi realizada em um estacionamento da Cidade Industrial (CIC).

Suspeita foi encaminhada à Delegacia de Estelionato (Divulgação)

A Delegacia de Estelionato chegou até a suspeita após uma denúncia anônima apontar a ação criminosa. Ela negociava o serviço pela internet e realizava a produção do material. Em conversa com os clientes, ela chegava a afirmar que o histórico é reconhecido pelo MEC (Ministério da Educação) e que serviria até para a realização de concurso público.

No momento do flagrante, a detida estava com um documento falso de Ensino Fundamental e Médio emitido pelo Colégio Estadual Teotonio Vilela.

Durante a abordagem, ela confessou que o documento era falso e informou que tinha produzido o material em sua casa. Na residência dela, os policiais apreenderam o computador usado para emissão dos documentos falsos, uma impressora e um carimbo da escola.

No computador apreendido, foram encontrados diversos arquivos de documentos já finalizados. A Polícia Civil agora investiga pessoas que tenham comprado o material falso.