Uma mulher de 23 anos morreu a facadas durante uma briga entre funcionários de uma empresa de alimentos em Florestal (MG). O caso aconteceu na tarde de quinta-feira (20).

Briga foi motivada por boato. Uma auxiliar de produção decidiu ir até a porta da empresa tirar satisfações com uma colega, que espalhou boato de que ela estava traindo seu companheiro, segundo a PM.

Foto: Divulgação/PCMG

Mulher levou marido, duas amigas e duas irmãs na porta da empresa. Na portaria, ela pediu que a colega saísse para “conversar e esclarecer a situação”. Todos trabalhavam na empresa, exceto a jovem que morreu.

Conversa virou discussão e homem sacou uma faca. A auxiliar de produção contou à polícia que a irmã foi defendê-la e acabou sendo agredido pelo marido da colega, que tinha uma faca na manga da blusa. Ele feriu as duas irmãs.

Uma delas sofreu um corte superficial na clavícula, mas a jovem de 20 anos morreu após ser levada a uma UPA. A PM diz que testemunhas confirmaram a versão da auxiliar de produção.

Após o ataque, suspeitos de 20 e 24 anos entraram na empresa e fugiram pelos fundos, por uma área de mata. Eles ainda não foram localizados. Uma perícia foi feita no local.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Mulher é morta em briga de funcionários após fofoca sobre traição em Minas Gerais

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.