Da Polícia Civil

Duas pessoas, entre elas uma mulher de 38 anos e um senhor de 72, suspeitos de furtar energia elétrica no bairro Jardim Perobas foram presos em flagrante durante uma ação realizada pela Polícia Civil de Arapongas, denominada Operação “Caça Gato”, com o intuito de prevenir e reprimir furtos de energia na região. A prisão aconteceu na manhã de terça-feira (18), na residência dos suspeitos. O trabalho contou com o apoio da Companhia Paranaense de Energia (Copel).

(Foto: Divulgação Polícia Civil)

A equipe chegou até os suspeitos após receber informações fornecidas Copel, a qual relatou que no último mês houve uma série de furtos de energia na região. Com o detalhamento informado pela companhia, das regiões em que foram detectadas os furtos, ou “gatos” – como é popularmente conhecido – deslocaram-se até a residência da mulher e do idoso, no Jardim Perobas.

De acordo com o delegado responsável pelas investigações, Marcos Fernando da Silva Fontes, ao chegar no local, junto com funcionários da Copel, a equipe constatou que realmente havia furtos de energia no local. “Além dos riscos criminais que envolvem o gato de energia elétrica, existe outros riscos relacionados a esse tipo de ação, pois a pessoa estará exposto a uma série de riscos de vida ao realizar a ligação clandestina”, informou o delegado.

Na delegacia, os dois suspeitos ficaram em silêncio e foram autuados por furto de energia elétrica. Se condenados poderão pegar até quatro anos de prisão.