Por Elizangela Jubanski e Antônio Nascimento

piraHomem estava de cueca e caído ao lado da cama. Foto: AN/Banda B

O atraso para um compromisso marcado chamou a atenção de uma amiga de João Camargo, 46 anos, encontrado morto dentro de casa, na manhã desta segunda-feira (25), em Piraquara, na região metropolitana de Curitiba. Desconfiada, ela foi até o local e o encontrou caído no chão do quarto, com ferimentos de disparo de arma de fogo. Camargo morava sozinho e não tinha passagens pela polícia.

Pela rigidez do corpo, segundo a Polícia Científica, o crime aconteceu durante a madrugada. A amiga contou à Banda B que ambos iriam ao litoral do estado na manhã de hoje, às 9 horas. “A gente marcou de se encontrar hoje para irmos ao litoral, ele não apareceu. Então, liguei no celular, deu desligado, quando era 9 horas eu vim ver se ele estava em casa, encontrei a janela aberta, o portão aberto e ele caído no chão”, descreveu Patrícia Santos, 38 anos, que mora em Pinhais e estava ao lado da mãe, no local.

Camargo morava sozinho, na rua Alto Paraíba, no bairro Guarituba e trabalhava como pintor. A última vez que Patrícia teria falado com o amigo foi na sexta-feira (22), quando marcaram o compromisso. Ele estava apenas de cueca, caído ao lado da cama.

A versão da Polícia Militar (PM) é que a vítima estava dormindo, ouviu barulhos e quando se levantou já foi atingida por um disparo de arma de fogo. Não há informações sobre possíveis motivações. O corpo foi recolhido ao Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba e a Delegacia de Piraquara investiga o crime.