Uma mulher considerada foragida foi presa pela Guarda Municipal (GM) no fim da noite desta segunda-feira (18) em um bar na zona rural de São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. Mirian de Meira Pereira, de 23 anos, tinha um mandado de prisão em aberto pelo crime de feminicídio contra uma adolescente de 13 anos, morta em em Guarapuava, no Centro do Estado, em março deste ano. Outros dois suspeitos de de matar, estuprar e ocultar o corpo da adolescente já estão presos.

 

 

De acordo com a equipe da GM que realizou a prisão da mulher, a desconfiança aconteceu quando clientes e o dono do bar, que fica na região do Campo Largo da Roseira, ouviram sobre o crime. “Recebemos uma informação anônima de que essa mulher estava em um bar comemorando a morte de uma adolescente, que aconteceu no interior do Estado. Chegando no local, ela tinha ingerido bastante bebida alcoólica, mas ao consultar o nome dela vimos que tinha um mandado de prisão em aberto, em Guarapuava”, contou o guarda municipal Silva, em entrevista à Banda B.

Segundo o guarda municipal Silva, a mulher chegou a mencionar que outras pessoas participaram do crime. “Ela confessou que esteve com a menina e que, segundo ela, uns conhecidos dela que fizeram isso com a menina”, revelou.

A delegada Ana Carolina Hass, responsável pelas investigações do crime, disse à Banda B que a mulher presa em São José dos Pinhais era a última suspeita do caso. “Essa era a última envolvida no caso, ela teve participação na ocultação do corpo e no crime de favorecimento à prostituição. Essa menina estaria sendo agenciada por esses suspeitos”, garantiu.

O mandado de prisão é da cidade de Guarapuava, responsável pelas investigações da morte da garota. A mulher será transferida para o local para que cumpra a pena.

A Guarda Municipal de São José dos Pinhais inicialmente divulgou que a suspeita tinha envolvimento na morte de outra garota encontrada morta, de 14 anos, em Prudentópolis. No entanto, a Polícia Civil confirmou a participação da mulher no crime contra a adolescente encontrada morta em Candói.

Crime

Conforme apurado, a jovem estava desaparecida desde o dia 7 de março deste ano. O corpo da adolescente foi localizado no dia 2 de abril deste ano em uma estrada rural, no município de Candói, também na região central do Paraná. A menina estava com sinais de esganadura.

No mesmo dia em que o corpo foi encontrado, um homem de 31 anos, também suspeito pelo crime, foi preso em flagrante. Ele também é investigado por participação no feminicídio.