Da Redação

O Ministério Público do Paraná (MP-PR) informou no final da tarde desta segunda-feira (20) que abriu sindicância para investigar a briga ocorrida em um karaokê do Centro de Curitiba, que envolveu dois promotores de Justiça. A situação ocorreu por volta das 6 horas de sábado (18) e, segundo informações da Polícia Civil, um deles chegou a jogar uma garrafa de vidro contra um grupo de pessoas, situação esta em que duas acabaram atingidas

Segundo o MP-PR, todas as providências pertinentes ao caso já estão sendo adotadas para apurar o que de fato ocorreu. “Nesse sentido, a Corregedoria-Geral do MP-PR instaurou sindicância para apurar eventual falta disciplinar dos membros envolvidos. Paralelamente, a Procuradoria-Geral de Justiça está requisitando o inquérito policial instaurado, que subsidiará a investigação em andamento”, diz nota enviada à imprensa.

Segundo a Polícia Civil, o desentendimento começou dentro do estabelecimento, entre os dois promotores e um acompanhante contra um grupo de cerca de 20 frequentadores. Com a discussão e o empurra-empurra, os seguranças do bar retiraram 10 pessoas do local. Nesse momento, um dos promotores saiu para anotar a placa de um veículo e os clientes que estavam na área externa partiram para cima dele. Ele jogou a garrafa que tinha na mão e duas pessoas foram atingidas. Uma delas foi encaminhada para o Hospital Cajuru e já foi liberada, enquanto a outra acabou ferida pelos estilhaços.

Os dois promotores foram levados à delegacia e ouvidos pela polícia. A polícia analisa as imagens das câmeras de segurança do estabelecimento para concluir as investigações sobre o caso.