Um motociclista foi assassinado por volta das 10 horas da manhã desta sexta-feira na Cidade Industrial de Curitiba (CIC). Wagner Moraes Ribas, de 33 anos, foi baleado com vários tiros, caiu da moto e não resistiu. Uma moto emparelhou e houve os disparos. A Polícia não sabe até o momento se havia só o piloto nesta outra moto ou se os tiros tenham sido dados por uma pessoa na garupa.

Motociclista morreu após os disparos – Foto Banda B

O crime aconteceu na Rua Pedro Gusso, em frente a antiga sede da UTFPR. De acordo com o tenente William Estrugala, do 23ºBatalhão da PM, tudo indica que tenha se tratado de uma execução. “Ouvimos pessoas da região e todos disseram que ouviram os tiros e logo em seguida veio o barulho da queda da moto. Recolhemos no local alguns estojos de pistola .40. A vítima não teve chance e morreu na hora”, disse o tenente.

A polícia busca imagens de câmeras da região para tentar identificar o ou os responsáveis. Ninguém soube informar as características da moto usada no crime.

Parentes de Wagner Ribas estiveram no local e disseram não saber o que pode ter motivado o assassinato. O motociclista era casado, tinha dois filhos e vivia na Vila Nossa Senhora da Luz, no mesmo bairro.

Segundo a PM, havia dois boletins de ocorrência com o nome dele: um sobre uma briga de trânsito e em outro Wagner  aparecia como vítima em uma tentativa de assassinato. “Não há, neste primeiro momento, algum indício de que o crime tenha necessariamente relação com estes boletins de ocorrência”, completou o tenente.

A perícia foi acionada e o corpo recolhido pelo IML. A investigação deverá ser feita pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa.