Um motociclista que constantemente provocava agentes da Guarda Municipal (GM) de Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba (RMC), com inúmeros gestos obscenos, foi preso na tarde deste domingo (19). Segundo a GM, o sistema de monitoramento da cidade identificou a placa da moto, que possuía diversas pendências administrativas.

Após abordagem, além dos débitos ligados ao veículo, a equipe descobriu que o homem possuía um mandado de prisão em aberto por conta de uma dívida de pensão alimentícia de quase R$ 6 mil.

motociclista preso Campo Largo
Motociclista “mal educado” é preso por dever quase R$ 6 mil de pensão alimentícia na RMC. Foto: Divulgação/Guarda Municipal (GM) de Campo Largo

À Banda B, o inspetor Rafael Freitas, da GM de Campo Largo, explicou que a “postura mal-educada” do motociclista fez com que ele ficasse “marcado” entre os agentes.

Sempre chamou a atenção, ele realizava gestos obscenos. Consultamos os dados da motocicleta e verificamos que ela possuía várias pendências administrativas. Multas obrigatórias, taxas de licenciamento e IPVAs pendentes por vários anos. Então foi designado uma equipe para realizar uma abordagem preventiva e fiscalização de trânsito à motocicleta. Ontem, no domingo, por volta das 17 horas, esta motocicleta foi abordada na Rua Caetano Munhoz da Rocha.

Inspetor Rafael Freitas, da GM de Campo Largo, em entrevista à Banda B.

Após a identificação do mandado de prisão, o motociclista permaneceu em silêncio. Diante do flagrante, o homem, de quase 30 anos, foi conduzido à Delegacia de Campo Largo e a moto foi apreendida pela GM.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Motociclista “mal educado” é preso por dever quase R$ 6 mil de pensão alimentícia em Campo Largo

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.