(Foto: Reprodução/Facebook)

 

A morte de Vinicios Diego Wotkoski de Lara, de 29 anos, foi motivada por ciúme, segundo as investigações da Polícia Civil. Os dois suspeitos do homicídio foram presos na manhã desta quarta-feira (15) por policiais da delegacia de Rio Branco do Sul, na região metropolitana de Curitiba.

O crime aconteceu na noite do último dia 4 de agosto em um posto de combustível no Centro da cidade, quando o garupa de uma moto atirou contra a vítima, que estava com um grupo de amigos.

(Foto: Divulgação/Polícia Civil)

De acordo com o delegado Rafael Bacelar, responsável pelo caso, o atirador era cunhado de Vinicios. “A vítima se envolveu com a irmã do autor do crime, enquanto o pai de Vinicios mantinha um relacionamento com a ex-companheira do suspeito. Essa teria sido a motivação. Justamente devido ao motivo torpe e a dificuldade de defesa, o indivíduo responderá por homicídio duplamente qualificado”, disse ele em entrevista à Banda B.

Segundo Bacelar, o outro homem preso foi quem pilotou a motocicleta na noite do crime. “Com os suspeitos, nós apreendemos a moto e um revólver calibre 38, que será periciado e confrontado, para saber se é a arma do crime”, completou o delegado.

A dupla foi encaminhada à delegacia, onde permanece à disposição da Justiça.

O crime

Vinicios foi morto em um posto na Rua Padre Ribeiro, no Centro de Rio Branco do Sul. Câmeras de segurança do estabelecimento flagraram o momento dos disparos (assista aqui). Uma motocicleta entra no local e o garupa desembarca ao encontrar o rapaz, ao lado da porta da loja de conveniência. O atirador efetua cerca de quatro disparos, volta para a motocicleta e foge com o comparsa.

Pelas imagens, o autor parece conhecer a vítima, já que ele está entre outros dois amigos e é o único baleado.