Um homem de 31 anos foi preso em flagrante por armazenar conteúdo pornográfico infantil, na manhã desta terça-feira (21). A prisão aconteceu em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC). Segundo a polícia, o homem já tinha um mandado de prisão em aberto por compartilhar e armazenar material com conteúdo de exploração sexual infantojuvenil pela internet. 

preso-conteudo-pornografico-infantil-colombo
Foto: Divulgação/Polícia Civil.

A ação faz parte da “Operação Bad Vibes”, ocorrida no âmbito nacional, coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) com objetivo de cumprir mandados de prisão e busca e apreensão contra suspeitos de negociação e compartilhamento de pornografia infantil.  

De acordo com o delegado da PCPR Thiago Soares, o homem já era alvo de investigações do Núcleo de Combate aos Cibercrimes (Nuciber) da PCPR, quando o Ministério da Justiça compartilhou informações imprescindíveis para a continuidade das investigações e deflagração da operação.  

“Já havia mandado de prisão preventiva e de busca e apreensão. Onde ele residia, foi verificado no dispositivo dele o conteúdo, por isso ele também foi preso em flagrante. Verificamos, no celular do suspeito, vasto conteúdo de pedofilia, abuso e exploração sexual infantojuvenil pela internet”

disse o delegado Thiago Soares. 

Segundo a polícia, o homem é suspeito não só de armazenar, mas também de compartilhar material de exploração sexual infantojuvenil através de aplicativos de mensagens e redes sociais. 

Ele, inclusive, já possui uma condenação pelo crime de estupro de vulnerável ocorrido em 2013.

“Estava em cumprimento de pena em regime aberto, ele foi condenado a mais de 27 anos de prisão em 2014, fato que aconteceu em 2013, em Piraquara. Estava em cumprimento por vários crimes como estupro de vulnerável, armazenamento e compartilhamento de material pornografico infantil e nada disso foi suficiente para que ele parasse com as ações. Ele continuou cometendo os mesmos crimes”

comentou o delegado Thiago Soares. 

O homem foi encaminhado ao sistema penitenciário. A Polícia Civil informou que atua firme no combate a crimes contra criança e adolescente e que a população pode auxiliar com informações que auxiliem no andamento das investigações. 

As denúncias podem ser repassadas de forma anônima pelos números 197, da PCPR, ou 181 do Disque-Denúncia.

preso-conteudo-pornografico-infantil-colombo-1
Foto: Divulgação/Polícia Civil.

Outras prisões

A prisão do homem fez parte da terceira fase da “Operação Bad Vibes”. Em outubro de 2023, sete pessoas suspeitas de compartilhamento de pornografia infantil foram presas, além de 14 mandados de busca cumpridos, com 41 objetos tecnológicos apreendidos em todo o Estado. 

As ordens judiciais foram cumpridas simultaneamente em Curitiba, São José dos Pinhais, Campo Mourão, Paranavaí, Colombo, Jaguariaíva e Maringá.  

Já em dezembro de 2023, foi desencadeada a segunda fase da operação, no estado de Minas Gerais, com o cumprimento de 15 mandados de busca e apreensão e duas prisões em flagrante. 

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Morador de Colombo que já respondia por estupro é preso com pornografia infantil: ‘Continuou cometendo os mesmos crimes’

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.