O Ministério Público Eleitoral, com apoio da Polícia Civil – por meio da  Divisão de Combate a Corrupção (Deccor) e da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc) –cumpriu na manhã desta sexta-feira (13) seis mandados de busca e apreensão em investigação sobre possível compra de votos para as eleições municipais de São Miguel do Iguaçu, no Oeste do Paraná.

Foto: AEN

As ordens de busca e apreensão foram expedidas pela Justiça Eleitoral em São Miguel do Iguaçu, a pedido do Ministério Público Eleitoral da comarca, a partir de informações de que um candidato a prefeito e um candidato a vereador estariam promovendo compra de votos, o que, se comprovado, caracteriza crime de corrupção eleitoral, punido com até quatro anos de prisão e multa.

As buscas e apreensões tiveram o objetivo de coletar provas do possível crime de corrupção eleitoral.