O menino de 10 anos, que morreu após ser atropelado na tarde desta quinta-feira (12), em Curitiba, frequentava a catequese e sempre ia às missas na Igreja do Carmo.  João Miguel da Silva Gribler chegou a ser socorrido com vida, foi reanimado duas vezes com parada cardíaca, mas não resistiu. O motorista de 19 anos ficou no local para prestar socorro e foi  levado para a Delegacia de Delitos de Trânsito (Dedetran). Ele foi liberado após prestar depoimento e não estava bêbado no momento do acidente, segundo os policiais.

João Miguel – Foto cedida à Banda B pela Igreja do Carmo

João Miguel era um menino de fé. A Igreja do Carmo divulgou nas redes sociais uma nota de pesar pela morte dele.

Com profunda tristeza, o Santuário Nossa Senhora do Carmo comunica o falecimento de João Miguel da Silva Gribler, nosso catequizando da primeira etapa e filho do Ministro da Eucaristia Alberto Gribler. João Miguel, que tinha apenas 10 anos de idade, faleceu vítima de um atropelamento.  (…) Nós do Santuário Nossa Senhora do Carmo lamentamos profundamente essa perda e desejamos que Deus e Nossa Senhora do Carmo o recebam de braços abertos e deem o conforto para a família“, diz a nota.

Emoção

Integrantes da igreja enviaram à Banda B um vídeo em que João Miguel rezava a oração “Santo Anjo do Senhor, meu zeloso guardador….”:

Investigação

O menino foi atropelado e acabou embaixo de uma caminhonete S10. O acidente aconteceu na tarde desta quinta-feira (12), no bairro Uberaba, em Curitiba. Segundo informações apuradas pela Banda B, João foi atropelado quando atravessava a rua, em frente da casa dele.

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) investiga o atropelamento e informou que o rapaz que dirigia a caminhonete, atropelou a criança, prestou socorro e foi ouvido na delegacia. A PCPR está analisando imagens de câmera de segurança para entender a dinâmica do acidente e deve dar mais informações do caso nesta sexta-feira.