Uma menina de 14 anos foi resgatada e um homem, de 42, preso por sequestro, neste sábado (01), em Ermo, no estado de Santa Catarina. O resgate e a prisão foi resultado de uma ação conjunta entre a Polícia Civil do Paraná (PCPR) e a Polícia Civil de Santa Catarina (PCSC).

A menina estava desaparecida desde o dia 14 de maio e tinha sido vista pela última vez em Toledo, no Oeste do Paraná.

Após registro da ocorrência na delegacia da PCPR em Toledo, os policiais civis iniciaram as diligências a fim de localiza-la e, em conjunto com o o Grupo Tático Integrado de Grupos de Repressão Especial (Tigre), localizaram o cativeiro em que a menina estava.

dsc_8704_1
Foto ilustrativa: PCPR

As investigações de alta complexidade apontaram que, na data do desaparecimento, ela acordou de madrugada e desligou o telefone que utilizava. Posteriormente, um veículo que saiu de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, a buscou na residência em que morava.

Jogo online

No decorrer das apurações, que também contou com o apoio da Polícia Civil do Rio Grande do Sul (PCRS), foi possível identificar que ela conheceu o indivíduo através de um jogo online.

“Apuramos que o indivíduo já havia cometido o crime outras duas vezes, uma em 2017, no mesmo município onde ela foi localizada e a outra em 2020, no Rio Grande do Sul. Ele costumava conhecer as vítimas pela internet e, posteriormente, as pegava e as levava para outras residências, nas vezes anteriores ele ainda ameaçou as vítimas, caso tentassem fugir. O homem foi preso por extorsão mediante sequestro”, conta o delegado da PCPR Thiago Teixeira.

A menina foi resgatada e será encaminhada para a delegacia da PCPR onde será ouvida através de escuta especializada.

“É importante reforçar e agradecer o importante trabalho integrado entre os policiais civis paranaenses, gaúchos e catarinenses, que trabalharam de forma conjunta. Agora as investigações, muito embora bem elucidadas, ainda não estão concluídas. Nós iremos realizar as diligências cabíveis a fim de concluir o inquérito policial”, completa o delegado chefe da 20ª Subdivisão Policial, Alexandre Macorin.

Um segundo indivíduo foi identificado pela PCRS, ele teria auxiliado o suspeito a ir até o município de Toledo, onde encontrou a adolescente. Ele foi ouvido na unidade policial, as diligências seguem a fim de identificar a real participação do homem na ação criminosa.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Adolescente que desapareceu no PR é resgatada em SC; vítima conheceu sequestrador em jogo online

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.