Uma médica de uma Unidade Básica de Saúde (UBS) sofreu um atentado na manhã desta quarta-feira (18), em Fazenda Rio Grande, na região metropolitana de Curitiba. Um homem que a aguardava no estacionamento a abordou chegando na UBS e realizou disparos de arma de fogo, que não atingiram a profissional. A Polícia Civil investiga o crime e a suspeita é que o autor dos tiros seja morador da região.

A unidade fica na rua Santa Mônica, no bairro Santa Terezinha. Segundo testemunhas, o homem estava a pé e aguardou até a médica chegasse no local, pouco antes das 7h30.

Foto: Banda B

O tenente Pedro da Polícia Militar disse à Banda B que não houve assalto. “Ela estava muito nervosa quando chegamos e não conseguia passar informações mais precisas. Depois soubemos que ele já aguardava essa médica chegar no local de trabalho dela para agir. Ele esperou que ela estacionasse o carro para abordá-la, mas ele não queria o carro dela. Teve um contato rápido entre os dois e logo depois disparos de arma de fogo”, disse ele.

Ainda não se sabe ao certo qual era o objetivo do homem. No entanto, o carro, a bolsa e o celular da médica não foram levados pelo homem. “Precisamos saber se, de fato, ela reagiu, por isso, ele atirou, ou o que aconteceu para que tivesse a intenção de alvejá-la”, completou o tenente à Banda B.

Foto: Banda B

Suspeito

Segundo testemunhas, o atirador tem uma deficiência em uma das pernas. “Pessoas que viram ele fugir, disseram que ele tinha uma certa dificuldade para correr. Pode ser que seja algum paciente, até. Ele não fugiu com nenhum carro, então, acreditamos que seja alguém que more na região, e até mesmo conheça ela de algum atendimento que tenha ocorrido”, finalizou o tenente.

Câmeras de segurança auxiliarão nas investigações.