(Foto: Reprodução Rádio Najuá)

Uma menina de apenas dez anos foi alvo de assédio virtual, via Whatsapp, em Mallet, na região central do Paraná. Um homem casado, de 20 anos, solicitou que ela enviasse fotos usando apenas biquíni. A mãe já suspeitava de conversas que a filha mantinha no aplicativo. No entanto, o caso veio à tona quando a mulher do assediador descobriu as imagens no celular do marido e foi até a casa da mãe da vítima cobrar satisfações.

O caso chegou ao conhecimento da Polícia Militar no final de semana, quando a mãe da garota registrou Boletim de Ocorrência. A mãe da menina já suspeitava do comportamento da menina na sexta (30), quando percebeu que ela conversava com um adulto no aplicativo e, ao verificar as mensagens, notou que muitas tinham sido apagadas.

A mulher devolveu o celular para a filha e planejava procurar a PM na segunda-feira (3). Contudo, a mulher e a irmã do rapaz foram até a casa da mãe da menina no domingo (2), e revelaram que tinham encontrado fotos da criança usando biquíni, no celular do suspeito.

A mulher do assediador começou a insultar a mãe da criança, aos gritos, dizendo que ela deveria educá-la. Após a confusão, a mãe decidiu retirar o celular da filha e se dirigiu até a PM para registrar o boletim. A equipe orientou a denunciante quantos aos procedimentos a serem adotados.

Para mais informações sobre a região de central do Paraná acesse o site da Rádio Najuá clicando aqui.