(Foto: Reprodução Facebook)

O marido que matou a mulher e cometeu suicídio em seguida, nesta segunda-feira em São João Batista (SC), deixou uma carta na residência do casal explicando seus motivos. O conteúdo do bilhete, atribuído a Cleber Machado Camargo, de 30 anos, não será divulgado por enquanto, disse o delegado Marcelo Arruda Almeida, responsável pelo caso. Os três filhos da vítima, menores de idade, dormiam no momento do crime. Informações preliminares da Polícia Civil indicam que Daiane da Silva Martins, de 27 anos, morreu por asfixia.

— Foi apreendida uma carta, mas estamos investigando a veracidade das informações apresentadas por ele — afirmou Almeida na manhã desta quarta-feira.

O delegado afirmou que não havia registro de ocorrência contra Cleber por violência doméstica. A motivação do crime ainda não foi esclarecida.

Os parentes da vítima devem ser ouvidos na delegacia da cidade nos próximos dias, mas um tio dela conversou com o EXTRA sobre o relacionamento de Daiane e Cleber nesta terça-feira. Segundo Jadir de Moura, a tragédia na família veio como uma surpresa. Ele não tinha conhecimento de episódios de agressão, mas comentou que Cleber sentia bastante ciúme de Daiane.

Para ler a matéria completa no Extra clique aqui.