A defesa do homem que confessou ter matado o jogador Daniel Corrêa Freitas, de 25 anos, o comerciante Edison Brittes Junior, de 38 anos, divulgou um vídeo nesta quinta-feira (1), em que o suspeito diz que cometeu o crime para “defender a honra de todas as mulheres do Brasil”. Na gravação, editada pela defesa diante de uma parede com fundo neutro, Brittes chama o jogador de “monstro canalha”. O advogado que representa a família de Daniel, Nilton Ribeiro, diz que há muita precipitação no caso e afirmou que é preciso resgatar a dignidade da vítima, que não está aqui para se defender.

No vídeo, o empresário declarou que precisou arrombar a porta do quarto onde Daniel supostamente estaria estuprando a mulher dele, Cristina Brittes, de 35 anos.

“Fui até a porta e a mesma estava trancada pois ele tinha entrado no quarto, tirado a roupa e estava sobre a minha esposa na cama. O que fiz foi qualquer homem faria . Aquela mulher ali não era minha esposa, era todas a mulheres do Brasil. Quem está me assistindo pense que que podia ser a sua filha, a sua esposa, a sua mãe… e naquele momento era a minha esposa, a Cris, a mulher que sou casado há 20 anos, que sempre me amou e me respeitou . A mídia fala muita coisa, mas minha esposa nunca teve nada com o Daniel muito menos minha filha. Se eu fiz o que fiz pense e repense o que você faria pra manter a integridade de sua família, e ajudar uma mulher pequena e frágil. Foi quando tirei de cima da minha esposa, joguei no chão e evitei que ela fosse estuprada por este monstro canalha”, diz no vídeo o empresário.

 

Dignidade da vítima

O advogado da família do jogador, Nilton Ribeiro, afirmou que a versão declarada pela defesa foi precipitada. “Vejo que tudo está sendo tratado de forma muito precipitada e ressalto que a dignidade da vítima precisa ser resgatada. O Daniel não pode falar. Repudio estas declarações de estupro e esta investigação está ainda em andamento. Há muito ainda a fazer”, afirmou.

O advogado disse que a família de Daniel espera por Justiça. “A família está muito abalada e não podia ser diferente, mas todos estão acreditando na polícia. A Promotoria de São José dos Pinhais é muito forte, assim como a Delegacia da cidade e tenho certeza que os responsáveis serão punidos”, completou.

Daniel foi morto de forma cruel – Divulgação

Perícia na casa

Ainda, na noite desta quinta-feira, a perícia foi encaminhada para a casa do empresário, onde supostamente teria acontecido a tentativa de estupro e a luta corporal, para analisar a existência de qualquer vestígíos de sangue ou outras substâncias e dessa forma dar continuidade nas investigações.

Mais três suspeitos

Além do empresário, da esposa e da filha Allna, de 18 anos, que estão presos, a polícia procura por outros três suspeitos que teriam participado da morte do ex-jogador do Coritiba. De acordo com o delegado Amadeu Trevisan, da Delegacia de São José dos Pinhais, a polícia já sabe quem são essas três pessoas que entraram no carro com Brittes e Daniel,desacordado após ser espancado. Brittes diz que cometeu o crime sozinho.

O delegado disse ainda que foi totalmente desproporcional a reação do marido à qualquer suposta atitude da vítima contra a mulher dele. “Mesmo que tenha havido uma tentativa de estupro, o que nós ainda não podemos confirmar, é preciso entender que a resposta foi um excesso da parte dele, ele jamais poderia ter agido desta forma”, disse Trevisam.

Segundo as investigações, o jogador foi morto na manhã do último sábado (27). Na noite anterior, Daniel participou da festa de aniversário de Allana, em uma casa noturna de Curitiba. Trevisan contou que o jogador já era conhecido da jovem, já que participou da festa de 17 anos dela.

O grupo de amigos decidiu continuar a celebração na residência dela, onde Daniel foi espancado antes de ser morto. “Nós acreditamos que houve o uso de bebida e até mesmo de outras substâncias. Mais pessoas participaram da agressão e, depois disso, a vítima foi colocada dentro do porta-malas do carro de Edison, torturada e desovada no local onde foi encontrada no sábado pela manhã”.