Uma mãe, moradora da cidade de Cascavel, no Oeste do Paraná, registrou um Boletim de Ocorrência após levar a filha em uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) e descobrir um sangramento nas partes íntimas da menina de 2 anos. Devido a situação, há suspeitas de que a criança tenha sofrido abuso sexual.

 

 

O Conselho Tutelar foi acionado e a menina foi submetida a exames médicos no IML (Instituto Médico-Legal) na manhã desta sexta-feira (11). O objetivo do exame é confirmar se o sangramento é devido a estupro.

O Núcleo de Proteção a Crianças e Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria) investiga o caso. A investigação segue agora em sigilo com base das orientações do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente).

Leia esta e outras matérias no site da Catve.