Suellen Helena Rodrigues, 29 anos, que foi morta pelo ex-marido Jaminus Quedaros de Aquino, 59 anos, tinha fugido para Curitiba há pouco tempo por conta das ameaças que sofria. Ela tinha até uma medida protetiva contra o homem, que foi descumprida antes de o crime acontecer. Suellen foi morta na frente dos dois filhos, no começo da tarde desta segunda-feira (31). 

Foto: Reprodução/Redes Sociais.

Segundo o delegado Thiago Nóbrega, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Suellen morava em Prudentópolis e veio com os dois filhos para a capital por medo. Ela estava na cidade há pouco mais de uma semana, por estar cansada das agressões que sofria do ex. 

Nesta segunda, seria o primeiro dia de aula dos filhos. As duas crianças presenciaram o crime e imploraram para que o homem não machucasse a mãe. 

“Ela foi lá pro colégio, por volta de 12h38, só que o suspeito já estava lá na frente desde o meio-dia aguardando ela chegar. No que ele viu ela chegando, desceu do carro, foi ao encontro dela, começaram a discutir e na sequência ele sacou um revólver e efetuou diversos disparos”, relatou o delegado.

O crime foi registrado por uma câmera de segurança e as imagens mostram praticamente tudo. Jaminus estava em um Cruise branco. Ele para o carro, desce, conversa por poucos segundos com Suellen e os filhos e já começa a atirar. Antes de fugir, ele pega a bolsa da mulher.

A polícia acredita que ele fugiu de volta para sua cidade de origem, Prudentópolis. Até a manhã desta terça-feira (1), Jaminus ainda não tinha sido preso.

A polícia informou a reportagem que Jaminus já tinha contra si um mandado de prisão por ter quebrado a medida protetiva. Ele era policial, mas foi expulso.

Jaminus é procurado pela polícia. Foto: Reprodução/Redes Sociais.

Revolta 

Pelas redes sociais, muitos amigos e familiares de Suellen se manifestaram sobre o crime. As pessoas colocaram fotos em preto e branco, simbolizando o luto, e criaram uma tag, #justiçapelaSuellen, que pede que as investigações avancem e prendam o responsável pelo crime.

“Quanta covardia. Um machista tirando a vida de uma menina que tinha tanta vida pela frente e deixar uma criança sem a mãe”, disse uma amiga da família. 

Outros conhecidos lamentaram a situação inclusive pensando nas crianças. “Que Deus ajude aquelas crianças! Alguém sabe como elas estão? Dói minha alma em saber o q elas viram acontecer com sua mãe”. 

Em boa parte dos comentários, as pessoas pedem que a Justiça seja feita.

“Que esse monstro pague pelo que fez. Descanse em paz, Suellen”.

Foto: Reprodução/Redes Sociais.

Velório e enterro

Velório e sepultamento de Suellen vão ser em Prudentópolis. A família conseguiu liberar o corpo da mulher pela manhã nesta terça-feira, no Instituto Médico-Legal (IML) de Curitiba, e segue para a cidade.

Por conta dos bloqueios nas rodovias, a chegada do corpo deve atrasar. O enterro, que estava previsto para às 17h desta terça-feira, deve acontecer somente na quarta-feira (2).

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Mãe morta na frente dos filhos tinha fugido de ex-marido há uma semana; família pede Justiça

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.