Foto: Divulgação/17º Batalhão de Polícia Militar

Uma operação policial do 17º Batalhão de Polícia Militar (BPM) prendeu, na noite dessa sexta-feira (4), uma mulher de 31 anos e sua filha de 15 anos, na Fazenda Rio Grande, região metropolitana de Curitiba. De acordo com a polícia, elas estariam paradas em um carro Fiat Uno vermelho em um ponto de venda de drogas da região.

Foto: Divulgação/17º Batalhão de Polícia Militar

Outros dois suspeitos foram apreendidos, entre eles um conhecido traficante conhecido como ‘Patati’. Além dele, outra mulher, identificada como sua namorada, foi presa. Questionada pela polícia, a mãe afirmou que foi até a casa do suspeito buscar comida e mantimentos para o namorado, preso na Penitencia Estadual de Piraquara.

Além das quatro pessoas, os policiais apreenderam 970 gramas de maconha, 120 buchas de cocaína, R$ 143,00 em espécie, 2 balanças de precisão e 13 munições de calibre 38. Os quatro suspeitos e os objetos apreendidos foram encaminhados à delegacia de Fazenda Rio Grande para o início das investigações.

De acordo a polícia, a mãe seria namorada de outro traficante, conhecido como ‘Espantalho’, que passava coordenadas para Patati e a namorada de como deveria ser feita a venda das drogas, mesmo estando preso. “Pelo celular, por mensagens de Whatsapp, ele comandava toda a operação”, disse o soldado Fabrício, do 17° BPM.

O dinheiro arrecadado com o tráfico era depositado em conta conforme determinava ‘Espantalho’. De acordo com as investigações, somente no mês de dezembro o grupo havia embolsado o valor de 20.000,00.