Por Elizangela Jubanski e Roberto Romanowski

Uma mãe de quatro filhos foi executada dentro de casa no bairro Boqueirão, em Curitiba, na noite desta sexta-feira (03). Lilia de Souza, 23 anos, levou pelo menos 7 tiros de pistola na frente dos filhos. Ainda, durante a fuga, o assassino cruzou com um rapaz que chegava nesse local, onde possui várias casas. Ele atirou contra com Leandro Simões Vagner, de 32 anos, que não resistiu aos ferimentos e morreu pouco depois da chegada do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate). Lilia deixou um casal de gêmeos de 2 anos, um menino de 4 e uma menina de 5 anos.

O crime aconteceu na rua Brasil para Cristo, na esquina com a Rua José Maurício Higins. Por volta das 22h30, um homem invadiu a casa da vítima, que cuidava dos filhos pequenos. De acordo com a Delegacia de Homicídios, a vítima estava dentro do quarto quando foi morta pelo atirador. Lilia morreu na hora, antes da chegada do socorro.

A segunda vítima do atirador teria sido baleada durante a fuga dele. Vagner chegou a ser socorrido, mas não resistiu. A polícia acredita que ele tenha sido ferido simplesmente por chegar em casa naquele momento.

A Banda B conversou com o delegado da DH, Fábio Amaro, que contou que o acusado pelo duplo homicídio seria conhecido dos moradores. “Informações preliminares indicam que esse homem conhecia a Lilia, conhecia o ex-marido dela e o objetivo, na verdade, era o ex-marido mesmo. Como não conseguiu encontrá-lo, resolveu tirar a vida dessa mãe. E o Leandro pode ter morrido de graça mesmo porque viu o atirador sair da casa”, descreveu.

A mãe de Lilia, Tereza Ferreira de Souza, disse à Banda B que a família terá de deixar o local. “Eu estava vendo televisão e um homem bateu na porta e perguntou: cadê a Lilia? Eu disse que ela estava em casa e perguntei quem era ele, mas o homem não me respondeu e já começou a atirar quando entrou na casa dela. Minha filha deixou quatro filhos pequenos. Agora é cuidar deles e sair daqui”, desabafou.

A Delegacia de Homicídios investiga o caso e informou que já identificou o assassino do duplo homicídio. A prisão deve ocorrer ainda neste fim de semana.