Um vizinho perseguiu um ladrão de carros na manhã desta quarta-feira (13), em Curitiba, e conseguiu acionar a polícia quando o suspeito fazia reféns dentro de uma casa. Houve confronto e o homem, ainda sem identificação, foi morto no quintal de uma casa, no Jardim Social. Um dos carros e um Iphone foram recuperados. O comparsa que fugiu com outro carro não foi encontrado.

O assalto aconteceu na rua Presidente Rodrigo Otávio, no bairro Hugo Lange. Dois advogados estacionavam em frente ao escritório onde trabalham quando foram abordados por dois homens armados. “Eu estacionei, desci para abrir o escritório, pegar a chave para abrir o cadeado e eles chegaram. Mostraram arma, falaram ‘mãos ao alto’, e pediram a chave dos carros, porque ele me viu chegando com um amigo. Eles levaram o Fusion do meu colega, meu Prisma e meu Iphone”, descreveu o advogado de 29 anos.

Nesse momento, um vizinho notou o assalto e passou a perseguir um dos suspeitos – o que estava com o Prisma. “Eu estava saindo de casa e vi o assalto. Peguei minha moto e fui atrás do Prisma, mas logo ele parou porque cortou o combustível por causa do anti-furto. Eu segui ele a pé, com a polícia no celular. Uma hora ele me viu e apontou a arma, despistei, ele entrou em uma casa e depois pulou para outra”, contou à Banda B.

As duas casas invadidas pelo suspeito ficam na rua República do Líbano, no bairro Jardim Social. A primeira estava vazia e na segunda casa havia uma idosa de 86 anos que precisou de atendimento médico do Samu após o confronto.

O tenente Zanato da Rone, que integra a equipe do Bope, garantiu que o homem estava armado e atirou contra a equipe. “Ele poderia colocar em risco a vida dos moradores, até mesmo roubar outros veículos na região. Quando chegamos, demos a voz de abordagem, mas ele revidou a voz de abordagem com disparos de arma de fogo contra a equipe, houve confronto. Foi acionado o Siate, mas o indivíduo não resistiu e faleceu”, finalizou à Banda B.

O comparsa do suspeito morto, que fugiu com o Ford Fusion, segue foragido. O Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba foi acionado e fará o recolhimento do corpo.