O homem suspeito de matar o marido de uma funcionária carbonizado em Mauá, na Grande São Paulo, teve a prisão temporária decretada pela Justiça. Celso Edgar da Silva, de 29 anos, foi flagrado ateando fogo no carro de Fabrício Alves de Araújo, de 45 anos, na última sexta-feira (24), e está foragido.

Foto: Reprodução

A vítima deixava a esposa no trabalho, uma loja de auto peças, na hora em que foi assassinada, na Rua Giuseppe Pedote. Segundo relato da mulher à polícia, os dois homens haviam se desentendido no dia anterior.

Uma câmera de segurança flagrou o momento em que Celso Edgar se aproxima do carro de Fabrício, joga uma substância inflamável no veículo e ateia fogo.

Para assistir ao vídeo e ler a matéria completa do Portal Metrópoles, parceiro da Banda B, clique aqui

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Justiça decreta prisão de suspeito de matar homem queimado; vídeo

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.