O jovem Fábio Nunes, de 28 anos, foi morto a tiros depois de uma balada no bairro Batel, em Curitiba, na madrugada desta quinta-feira (29). Ele foi baleado, mas ainda assim conseguiu entrar em um Veloster e dirigir pela Av. Arthur Bernardes. Já no bairro Portão, acabou não resistindo aos ferimentos, perdendo o controle do carro e batendo contra o canteiro da via pública.

Jovem de 28 anos foi encontrado morto dentro de Veloster (Foto: Djalma Malaquias – Banda B)

 

No carro de Fábio Nunes havia a pulseira de uma balada. Segundo a perita Cléa Ramera, da Polícia Científica, o rapaz foi morto fora do carro. “O Velorter tem a marca de um disparo de arma de fogo, mas não foi esse que atingiu o jovem. Ele foi morto fora do carro e levou de 15 a 20 tiros. Dirigiu tentando fugir, mas acabou não conseguindo”, descreveu à Banda B.

Ainda de acordo com a perita, o condutor fazia o sentido Centro da Arthur Bernardes e acabou invadindo a pista contrária, antes de bater contra um um canteiro da avenida. “Ele veio na contramão por 200 metros, já desgovernado no sentido Centro. Então, bateu no canteiro central e estourou o motor. Já estava morto dentro do veículo”, explicou.

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga o caso. Policiais já estiveram na balada no Batel para iniciar as investigações e tentar definir o que motivou o assassinato.