A morte da jovem Geovana Franco, de 18 anos, encontrada sem vida dentro do Rio Barigui, no bairro Jardim Bonfim, em Almirante Tamandaré, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), é investigada como homicídio pela Delegacia de Polícia Civil da cidade.

Geovana Franco tinha 18 anos e dois filhos.
Foto: Arquivo da família.

O corpo da vítima foi encontrado pelo próprio pai e outros familiares dela na tarde desta quinta-feira (17). Ele estava com as pernas e mãos amarradas e presa entre muito lixo no rio e teria sido estrangulada.

“A polícia já trabalha com a certeza da hipótese do assassinato, antes era uma forte possibilidade. Hoje trabalhamos com essa certeza de que foi assassinada”,

afirmou o delegado Cassiano Aufiero, na manhã desta sexta-feira (18).

Segundo ele, as equipes estão debruçadas sobre o caso trabalhando, mas o inquérito corre sob sigilo.

“Já temos uma linha bem definida de investigação e está bem adiantada. Obviamente, não podemos passar mais pormenores à respeito do que foi levantado até o momento, para que não se atrapalhe a investigação”, diz. Aufiero acredita que o caso seja elucidado em poucos dias.

Mãe de duas crianças

Geovana deixou duas crianças, uma delas seria recém-nascida. De acordo com o pai da jovem, Vilson Franco, a jovem estaria praticando furtos no bairro, para sustentar o vício em drogas. Ele acredita que poderia ser a motivação do crime.

“Condenaram ela à morte e eu peço justiça. Ela deixou dois filhos. Internei ela, fiz de tudo. E eles estão ameaçando uma outra filha minha”, diz.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Jovem encontrada em rio foi assassinada e investigação está adiantada, diz delegado

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.