Um jovem, de 24 anos, aparece em um vídeo recebido pela Polícia Civil no final da última semana cometendo zoofilia, que é a prática de atos libidinosos contra animais. O cão, vítima do ato, foi resgatado na manhã desta segunda-feira (13) e o autor do abuso foi autuado por maus-tratos.

Foto: PCPR

O vídeo viralizou nas redes sociais. Na filmagem, um homem aparece tocando os pés nas partes íntimas do cão.

O delegado Mateus Laiola, da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente, procurou um médico veterinário para um parecer sobre as imagens. “Mandei para um professor da UFPR (Universidade Federal do Paraná) e médico veterinário esse vídeo. Poucos horas depois, ele atestou mediante um laudo que era sim um abuso sexual. Ele até fez uma comparação de que se um adulto acaricia daquela maneira uma criança é pedofilia, então a mesma coisa com um cachorro também caracteriza um abuso”, contou Laiola.

Na Delegacia, o jovem falou que tudo não passou de uma brincadeira e que estava arrependido.

Laiola critica a justificativa do rapaz. “É sempre a mesma história, quando tem o Desafio da Farinha com o animal, é uma brincadeira. Quando dão bebida alcoólica para o animal, também é brincadeira. Sempre assim”, disse o delegado.

O cão foi resgatado e encaminhado para um lar temporário, onde poderá ser adotado.