Após ameaçar um vigilante com uma arma de fogo, um jovem foi perseguido pela polícia por mais de 10 km e acabou morto depois de se envolver em confronto com policiais, na noite da última sexta-feira (24), no bairro Cajuru, em Curitiba. O suspeito, de 25 anos, furou alguns bloqueios e só parou quando perdeu a direção do veículo e bateu.

A situação teria começado no bairro Guabirotuba, onde um vigilante teria tido uma arma apontada para si e resolveu acionar a polícia. “A viatura foi até o local e, ao tentar abordar o suspeito, o condutor jogou o veículo contra os policiais. Na sequência, começou a perseguição”, descreveu o comandante do 1º Comando Regional de Polícia Militar (1º CRPM) coronel Hudson.

Foto: Daniela Sevieri/Banda B

O veículo dirigido pelo suspeito era um Gol prata. Segundo Hudson, a perseguição passou pela Linha Verde e foi até da BR-277, no km 80.

Próximo à Coca Cola foi feito um bloqueio, mas o homem não hesitou em furá-lo e chegou a bater contra uma das viaturas do Bope (Batalhão de Operações Especiais), e continuou a fuga.

No bloqueio, o condutor teve os pneus do carro furados, mas não parou o veículo. “Aqui neste local, ele perdeu o controle da direção e caiu na valeta. Houve o confronto no momento em que ele desembarcou do carro”, acrescentou o coronel.

Foram entre 20 e 30 viaturas envolvidas na ocorrência, conforme explicou o comandante. Nenhum policial se feriu.

Ainda não há informações sobre o registro de possíveis antecedentes criminais do suspeito e sequer se o carro tinha alerta de roubo ou furto.

A Polícia Rodoviária Federal, o Instituto Criminalística e a Corregedoria de deslocaram até o local.

Vídeo