Um jardineiro de 69 anos morreu eletrocutado na manhã desta quarta-feira (13), enquanto cortava a grama da casa da mãe do deputado federal e ex-prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet. De acordo com informações apuradas junto à Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Antenor Grande foi encontrado caído no quintal, já sem vida. Ele estava descalço ao sofrer o choque elétrico. Por sua vez, a família do jardineiro, em contato com a Banda B, negou a versão da DHPP, afirmando que o jardineiro  sofreu um infarto.

Corpo foi encontrado no quintal da casa – Foto: Colaboração Banda B

O caso aconteceu na residência de Ivete Fruet, mãe do ex-prefeito,  localizada na Rua Chile. A assessoria do deputado confirmou a informação à Banda B e lamentou a morte do prestador de serviço. Segundo a assessoria, Antenor Grande costumava cortar a grama a cada dois ou três meses e fazia isso há muitos anos,  não só ali, mas em outras casas do bairro, sempre de forma autônoma.

O jardineiro estava cortando a grama por volta das 9 horas quando foi atingido pela descarga elétrica. Segundo a polícia, ele usava um equipamento bastante precário, com fios desencapados e estava descalço.” O homem usava camiseta e bermuda e não tinha nenhum equipamento de proteção individual”, informou o delegado Vilson Toledo, da DHPP. Essa versão é negada pela família.

No Instituto Médico Legal de Curitiba (IML), a causa da morte está como a esclarecer.

Máquina de cortar grama que era usada pelo jardineiro – Foto: Colaboração