Roberto foi morto a tiros (Foto: Reprodução Jornal Nacional)

2018 chega ao fim com a notícia de mais um caso de covardia brutal contra uma mulher e o desrespeito a uma medida de proteção determinada pela Justiça.

A família de Larícia parou num posto, no sábado (29), quando estava saindo para viajar. Assim que ela entrou no carro, um homem chegou e atirou contra o namorado dela. Depois, a obrigou a entrar no carro dele, voltou e atirou mais duas vezes contra Roberto Lemos dos Santos, de 50 anos, que morreu na hora. O atirador é José Antônio de Assis, ex-marido de Larícia.

Larícia e José Antônio se separaram em julho, depois de um casamento de cinco anos. Ela conta que o ex-marido não aceitava o rompimento e que a sequestrou, agrediu e a estuprou em novembro. A Justiça decretou uma medida protetiva, que proibia José Antônio de se aproximar da ex-mulher.

Para assistir a matéria completa no Jornal Nacional clique aqui.