Por Luiz Henrique de Oliveira e Djalma Malaquias

Jovem morreu enquanto conversava em telefone público (Foto: Djalma Malaquias – Banda B)

Um homem de 39 anos foi morto a tiros no fim da manhã desta quinta-feira (13) na Rua Aides Ângelo de Oliveira, quase esquina com a Quatro Barras, no Jardim Roma, em Almirante Tamandaré, região metropolitana de Curitiba. Ademir Antonio Bernetski levou dois tiros, um no peito e outro na perna.

Segundo o apurado pela Banda B, ele estava no telefone público quando ocupantes de um carro se aproximaram e atiraram . Há cerca de 4 meses, Ademir e a filha, de 13 anos, tinham sido baleados. Na ocasião, um rapaz, que queria namorar a adolescente, foi o autor dos disparos. Na época, ele não gostou do pai da menor impedir o namoro. Os dois sobreviveram ao atentado. A Polícia Civil investiga se existe ligação com crime anterior.

O socorrista Veiga, do Siate do Corpo de Bombeiros, disse à Banda B que nada pôde ser feito pela vítima. “Chegamos no local e ele já estava morto. Familiares falaram que ele estava recebendo um valor e teria acontecido uma discussão. Agora a polícia investiga”, disse à Banda B o socorrista Veiga, que atendeu a vítima fatal.

O corpo de Ademir foi recolhido ao Instituto Médico Legal de Curitiba (IML).