O jovem Thailon Wesley Tralescki, de 24 anos, preso por assassinar a mulher a facadas em Almirante Tamandaré, na Região Metropolitana de Curitiba, tinha o hábito de postar declarações de amor para a vítima nas redes sociais. Carla Helena do Rocio de Moura, de 30 anos, foi encontrada morta dentro de casa, no bairro Tranqueira, na noite desta quarta-feira (5).

carla moura e thailon

Conforme apurou a Banda B, Carla havia sofrido uma tentativa de feminicídio em dezembro do ano passado. O boletim de ocorrência informa que, naquela ocasião, Thailon esfaqueou Carla e uma amiga dela. Ele acabou preso naquela ocasião.

No entanto, segundo a família, a vítima deu “uma segunda chance” ao suspeito, mesmo com as falas de pessoas próximas pedindo o contrário.

Declarações de amor

Nas redes sociais, Thailon parecia um homem amoroso, bem diferente daquele que praticava violências contra a mulher fora da internet.

As declarações de amor eram rotina, com agradecimentos por estar feliz ao lado de Carla.

“Eu sou grato pela nossa rotina, pela simplicidade que levamos a vida e por sermos sempre verdadeiros um com o outro”, escreveu em uma postagem.

thailon declaracoes
Reprodução Redes Sociais

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Homem que matou mulher a facadas postava declarações de amor nas redes sociais; ela morreu após dar “segunda chance”

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.