Um homem foi encontrado morto carbonizado dentro do próprio carro na manhã desta sexta-feira (14), na zona rural de Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba. Luciano Cachimanski, 39 anos, era alcoólatra e a família acredita que o incêndio que destruiu o carro, enquanto ele estava no banco de trás, foi acidental. A Polícia Científica foi acionada e periciou o local.

Luciano tinha 38 anos. Foto: Reprodução Facebook

O carro, um Corsa Classic, estava estacionado às margens da rua Paulo Biaco, no bairro Botiatuva, próximo a casa da família, onde ele costumava ficar. Um vizinho chegou a ver o carro pegando fogo, mas pensou que o fogo queimava parte de uma cerca. O carro destruído e o corpo foram encontrados quando amanheceu.

O soldado Roque do 17º BPM disse que a irmã de Luciano chegou a vê-lo ao lado do carro, no início da madrugada, bastante embriagado. “A princípio é um acidente mesmo, a irmã da vítima esteve no local e contou que ele era alcoólatra e durante a madrugada encontrou ele sentado ao lado do carro, alcoolizado. Ela não deu bola porque era corriqueiro, mas depois quando amanheceu confirmou que o carro era dele”, descreveu à Banda B.

Suspeita

Para a família, a versão de um acidente é a hipótese mais plausível, já que ele tinha por hábito fumar dentro do carro. “Ele poderia estar encharcado de bebida alcoólica, sentiu frio, pode ter ido para dentro do carro, ele fumava, também. O cigarro pode ter caído no assoalho de tapete. Os fortes indícios é que tenha sido um acidente”, descreveu o soldado.

A Polícia Científica esteve no local e fez a perícia no carro e no corpo. O corpo carbonizado foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba. Exames complementares poderão confirmar a identidade do homem.