Justiça concedeu mandado de prisão contra o suspeito. Foto: Reprodução/Redes Sociais

 

O homem filmado agredindo a esposa durante uma briga doméstica no conjunto Roma, em Ponta Grossa, foi preso nesta quarta-feira (30). O suspeito de 29 anos confessou o crime durante depoimento prestado na Delegacia da Mulher e, como tinha um mandado de prisão em aberto, recebeu voz de prisão logo após apresentar sua versão dos fatos. Ele foi conduzido até a carceragem da 13ª Subdivisão Policial (SDP).

Em entrevista ao portal aRede/Programa COP, o homem contou que foi até a casa da então ex-esposa para conversar e tentarem reatar. Houve um desentendimento e, conforme o relato do preso, ele foi ferido no braço – inclusive, ele alega que o sangue que aparece no vídeo seria dele próprio, e não da mulher. Em seguida, eles teriam trocado agressões, mas essas cenas não apareceriam no vídeo: nas imagens divulgadas pelas redes sociais, é possível ver apenas a mulher caída no chão levando chutes e socos.

“Tinha tomado uns goles antes e perdi a cabeça”, alega o suspeito. O casal tem quatro filhos juntos e, segundo a versão do homem, eles já se acertaram e voltaram a conviver juntos. “Mas agora saiu o mandado de prisão e vou ter que pagar o que fiz para sair na rua de cabeça erguida”, argumenta.

Responsável interino pela Delegacia da Mulher, o delegado Josimar Antônio da Silva explica que à época do caso, a vítima representou contra o suspeito e pediu medida protetiva. “O delegado-chefe Nagib [Nassif Palma] determinou prioridade na investigação desse fato e nós conseguimos o mandado de prisão”, esclarece. Agora, ele será encaminhado até a Cadeia Pública Hildebrando de Souza para aguardar a conclusão do inquérito.

Para ler mais matérias sobre os Campos Gerais, clique aqui.