A Polícia Civil do Paraná (PCPR) prendeu preventivamente um homem, de 56 anos, suspeito de abusar sexualmente de ao menos quatro crianças da mesma família. Os crimes ocorreram em Pontal do Paraná, no Litoral do Estado. O indivíduo teve o mandado de prisão preventiva decretado no sábado (9).

Foto: Divulgação Polícia Civil

O caso foi denunciado na delegacia da PCPR, em Pontal do Paraná, na quarta-feira (6). A mãe de uma das vítimas de apenas 6 anos, soube que o crime ocorreu no dia 7 de outubro de 2020, mas por medo decidiu não denunciar. Ela ainda disse que o cunhado era uma pessoa violenta e que tinha uma arma em casa.

Segundo o delegado Lucas Mariano, que comandou a operação, a polícia foi até a casa do suspeito checar a denúncia sobre a arma. “Essa arma que ele tinha em casa não estava registrada, ele foi levado para a delegacia por isso, porque pelo abuso não havia flagrante porque aconteceu há 4 meses”, disse à Banda B.

Ainda naquele dia, a criança e a mãe foram ouvidas pela delegada e uma psicóloga especializada do Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente da PCPR. “Com a materialidade do estupro de vulnerável, passamos a fazer novas oitivas. Depois disso, outras vítimas tiveram coragem e denunciaram. Até o momento, outras três, todas sobrinhas desse senhor”, completou o delegado.

A PCPR também identificou outras três vítimas, que também são sobrinhas do suspeito.

Uma delas mora em Portugal e tem 18 anos atualmente. Ela foi ouvida por videoconferência e contou que foi abusada pelo tio quando tinha apenas 8 anos. A irmã dela, da mesma idade, também teria sido estuprada e deve ser ouvida nos próximos dias.

A outra irmã, de 27 anos, contou que também foi abusada quando tinha 11 anos.

A PCPR segue realizando diligências para esclarecer os fatos e identificar possíveis outras vítimas. O indivíduo irá responder por estupro de vulnerável e posse de arma de fogo.