Um homem foi preso em flagrante, na noite desta segunda-feira (12), com mais de oito quilos de maconha dentro de uma residência, na Estrada da Mina Do Ouro, no bairro São Bráz, em Curitiba. Ele disse que estaria guardando a droga para um amigo, mas depois que o dono da casa foi localizado por uma equipe da Rotam (Rondas Ostensivas Tático Móvel), acabou confessando que de fato a droga era dele. O proprietário da residência também acabou preso.

(Foto: Daniela Sevieri/Banda B)

A tenente Ariane, da Rotam do 12º Batalhão da Polícia Militar, conta que a equipe estava em patrulhamento quando avistou um suspeito correndo com a chegada da viatura. “A equipe estava em patrulhamento, quando percebeu que um homem correndo ao avistar a viatura policial. Então nós desembarcamos e efetuamos a voz de abordagem, mas ele não acatou e entrou em uma casa”, afirma Ariane.

De acordo com a tenente, o local foi cercado e os policias aguardaram o suspeito abrir a porta e sair. “Realizamos uma revista no indivíduo e não encontramos nada ilícito. Ao questionarmos se havia alguma coisa errada dentro da residência, ele disse que tinha drogas no local. Fizemos buscas e localizamos uma grande quantidade de maconha, uma parte conhecida como murruga, a melhor e mais cara parte da planta”, explicou ela.

Em torno de 6,5 quilos de murruga foi apreendido, o que segundo estimativas da polícia representaria algo em torno de 130 mil reais. Além disso, foram encontrados na residência diversos invólucros de plástico, duas balanças de precisão, um facão utilizado para corte, 4.590 reais em dinheiro, 1,95 quilos de maconha prensada e 14 gramas de haxixe.

O suspeito teria dito então que não era o dono da droga e estaria apenas guardando a substância para um amigo. “Ele disse que estava guardando a droga para um amigo, informando o local que esse amigo estaria. Nós fomos até lá e ele acabou confessando que a droga era sua e não do dono da residência onde fizemos a abordagem”, relatou a tenente Ariane.

Os dois homens, um de 21 anos e outro de 24 anos, sem passagens pela polícia, foram presos e irão responder pelo crime de tráfico de drogas.