Por Marina Sequinel e Danaê Bubalo

(Fotos: Danaê Bubalo – Banda B)

Quatro pessoas ficaram feridas em um incêndio a uma casa em Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba, na manhã deste sábado (16). Segundo relatos de uma das vítimas, as chamas na residência, localizada na Rua Wadislau Gurski, no bairro Ferraria, teriam sido iniciadas pelo marido dela.

“Ela saiu da casa apavorada, dizendo que o homem tinha colocado fogo no colchão do filho de nove anos, porque se revoltou depois que a criança fez xixi na cama. Ela vivia me contando que o marido era uma pessoa complicada, que sempre foi de beber muito”, disse Maria Tereza, vizinha e proprietária da residência onde a família morava, em entrevista à Banda B.

O menino foi salvo por moradores que conseguiram arrebentar as tábuas que não haviam sido destruídas pelo incêndio. “Graças a Deus nós tiramos a criança de lá a tempo. Já a outra filha do casal, uma adolescente de 12 anos, saiu sozinha, nós não sabemos como, com muitos ferimentos e pedindo socorro. Ela ainda pegava fogo na cabeça, nas mãos, na blusa. Foi terrível”, afirmou o vizinho Moisés Freitas.

De acordo com o tenente Clístenes, do Corpo de Bombeiros (CB), o estado de saúde da menina é o mais grave, enquanto a mãe, de 45 anos, e o filho mais novo sofreram ferimentos leves. “O marido, suspeito de iniciar o incêndio, também se feriu nas mãos. Ele já foi preso e deve responder pelo crime”, completou o tenente.

A casa ficou completamente destruída e o CB trabalhou para apagar as chamas, que atingiram também uma residência vizinha. O suspeito foi encaminhado à delegacia da cidade.