Um homem de 41 anos foi encontrado morto na casa onde morava, em São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba, na manhã desta quarta-feira (4). Segundo testemunhas, Paulo Sérgio Greboji estava com as pernas e a boca amarradas, coberto com uma manta. A causa da morte não foi esclarecida pela Polícia Militar (PM).

Foto: Colaboração/Banda B

 

A irmã da vítima, Sonia Regina Greboji, explicou à Banda B que foi procurar Paulo em casa, já que eles trabalham na mesma empresa, como auxiliares de serviços gerais, e ela foi questionada de onde ele estaria.

“Eu faço o turno de noite e ele de dia e vieram me perguntar dele. Chamei meu amigo, o portão estava fechado, então pulamos o muro e a porta estava encostada. Quando entramos, ele estava com a barriga para cima, com as pernas amarradas com uma fita, a boca amarrada e os braços para trás”, contou.

Na casa, nada foi mexido, mas segundo a irmã os controles do portão não estavam no local e o celular da vítima encontrava-se desligado. “Ele está no quarto de visita e as luzes da casa estão acesas. O que dá a entender é que ele recebeu várias pauladas na cabeça, pois tem uma tora, que ele trouxe para a gatinha dele brincar, que estava em cima da cama. A cabeça estava coberta com uma manta, quando levantamos para ver, a cena estava feia. Um mistério para a polícia e para nós também”, explicou.”, disse Sonia.

A casa fica na rua Mauricio Braga, no bairro Miringuava, e Paulo morava sozinho. De acordo com Sonia, o irmão pouco falava sobre a vida pessoal. “Não sabemos muito da vida dele e nunca sobre alguma ameaça. Trabalha há 10 anos na empresa e não tem problema com ninguém. Éramos bem unidos, fomos criados como irmãos pela minha avó. Entrar ali e ver meu irmão nessa situação, foi de cortar o coração”, lamentou.

O corpo será encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) e o caso será investigado pela Polícia Civil do Paraná (PCPR).