Um homem foi socorrido em estado grave e foi levado inconsciente com um ferimento na cabeça ao hospital depois de ter sido baleado, na noite desta quarta-feira (18), em Quatro Barras, na Região Metropolitana de Curitiba. O autor do disparo seria um vigilante de escolta armada, que acompanhava um ônibus de turismo.

Em um vídeo que circula pelas redes sociais, uma suposta testemunha relata o caso que aconteceu em um posto de combustíveis, no quilômetro 67 da BR-116.

“Que bonito o ‘preparamento’ dos guardas da escolta do ônibus. Mataram o filho do dono do posto só porque ele foi pedir para tirar o ônibus da frente ali. Atirou no peito do cara, na maior covardia”, disse o jovem que relatou o episódio no vídeo.

Foto: Colaboração

Segundo apurado pela reportagem da Banda B, o homem baleado foi levado ao Hospital Angelina Caron por um funcionário do posto.

Ainda não há a confirmação sobre o parentesco da vítima com o proprietário do estabelecimento e qual é o quadro clínico dele, apesar do homem afirmar no vídeo que o baleado teria morrido.

As acusações serão investigadas pela Polícia Civil. O vigilante permaneceu no local, prestou depoimento à Polícia Militar e foi encaminhado à Delegacia de Quatro Barras. Câmeras de segurança do posto poderão ajudar a polícia na investigação.