Um homem de 32 anos foi assassinado a tiros no início da madrugada desta quarta-feira (31) no bairro Portão, em Curitiba. Gustavo Pavanatto, que é bacharel em Direito e vice-cônsul do Grêmio em Curitiba, estava com amigos em um bar na Rua João Bettega para assistir ao jogo do tricolor gaúcho pela Copa Libertadores e, na hora de ir embora, teria sido vitima de uma tocaia.

O rapaz foi pagar um guardador de carros quando um homem, com uma blusa camuflada, saiu de trás de uma árvore e disparou cinco vezes contra ele. Em seguida, o atirador saiu em um Peugeot branco e não foi localizado. Os amigos de Gustavo o colocaram em um carro e encaminharam ao Hospital do Trabalhador (HT). Ele chegou a entrar no Centro Cirúrgico, mas não resistiu aos ferimentos.

Amigos da vítima serão ouvidos pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que investiga o caso. Informações iniciais dão conta que não houve uma briga no bar e não sabem o que pode ter motivado o crime.

Amigos de Gustavo postam mensagens de luto nas redes sociais, chocados com o que aconteceu com o rapaz.