Uma confusão que teria começado por conta de um carregador de celular terminou em agressão, no bairro Capão da Imbuia, em Curitiba. O pai de um adolescente, envolvido na discussão, agrediu um outro menor, que tem 16 anos. A agressão foi flagrada por um vídeo (assista abaixo).

Nas imagens, é possível ouvir a conversa entre o pai do adolescente e o outro menor segundos antes do soco. “Você devia ter emprestado pra ela e pego de volta”, diz o homem.

Em outro momento, o homem sugere que o menor bateu em seu filho. “Outra coisa que você não deve fazer… Meu filho foi fazer com você e você fez assim nele, que eu saiba (…)” e então desfere o soco no rosto do adolescente.

Tanto o estudante agredido, quanto o pai responsável pela agressão registraram boletins de ocorrência.

Defesa

O pai já tem um advogado que acompanha o caso. Igor José Ogar garante que o vídeo foi tirado de contexto e que ainda há outras questões que motivaram a confusão.

“Sou o advogado de um pai que lamenta, chora, trás para si as lágrimas dos olhos de seu filho, que anteriormente, ao que tudo indica, passou por situações muito difíceis diante desse jovem que aparece no vídeo. Vídeo este que é fragmentando, não traz elementos anteriores aos fatos e nem posteriores. Elementos que já foram entregues à polícia e já está sendo apurado”, afirmou Ogar.

Investigação

O Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (NUCRIA) assumiu a investigação do caso. Segundo o delegado Rodrigo Rederde, o agressor pode responder por vários crimes.

“Ele pode responder pelo crime de lesão corporal, até mesmo grave e gravíssima, dependendo das sequelas que a vítima vir a sofrer. Pode responder também pelo crime de ameaça e difamação. Ali é um diálogo em tese inicialmente pacífico, a vítima está totalmente desprevenida. O autor pelo vídeo nitidamente agiu de forma totalmente traiçoeira”, defendeu o delegado.

Rederde disse ainda que qualquer tipo de versão que o homem apresente não justifica a agressão.

O que diz o outro lado?

A Banda B procurou familiares do adolescente agredido. Por meio de nota, foi dito o seguinte:

O advogado Rodolfo Mendes Soccio, em nome da família do adolescente que foi vítima de covarde agressão física e moral no dia 09/06/2024, aproximadamente às 03h40min, no Bairro Cristo Rei, nesta cidade de Curitiba-PR, conforme vídeo que circula nas redes sociais e também na imprensa, esclarece seguinte:

1 – Os fatos já foram formalmente levados pelo presente advogado, através de notícia crime, ao conhecido do Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente de Curitiba – NUCRIA – da Polícia Civil, inclusive com a identificação do autor, para que sejam adotadas as providências legais por parte da autoridade policial e o autor seja responsabilizado criminalmente, sem prejuízo de outras providências legais que estão sendo adotadas;

2 – O adolescente vítima é estudante e não possui qualquer envolvimento com ilícitos;

3 – Embora ainda indignada com a covardia do autor, que inclusive possui histórico de agressividade, a família do adolescente vítima acredita que a melhor caminho ainda seja o sistema de justiça, que já está em andamento (com abertura de inquérito policial).

Rodolfo Mendes Soccio, advogado.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Homem dá soco no rosto de adolescente após confusão por conta de carregador de celular; vídeo mostra agressão

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.