Um homem foi preso em flagrante por receptação durante uma operação da Polícia Civil, na tarde desta quinta-feira (2), no bairro Boqueirão, em Curitiba. Ele disse que comprou pela internet uma carga de bebedouros avaliada em R$ 100 mil e que iria vender no varejo. Os equipamentos foram roubados de um caminhão em São Paulo e seguiam para a Bahia, onde seriam distribuídos em escolas. “Ele pode dizer o que quiser, é um direito dele, mas eu não acreditei”, disse o delegado Rodrigo Souza, que comandou as investigações.

 

Bebedouros foram apreendidos pela Civil. Foto: Banda B

 

A carga recuperada pela polícia foi roubada em São Paulo, no mês de junho. Ao todo, 50 bebedouros foram apreendidos. O delegado Rodrigo Souza disse à Banda B que a polícia descobriu a carga por meio de uma denúncia ao setor de inteligência. “Conseguimos localizar essa carga, não sabíamos o que era, sabíamos apenas que era uma carga roubada. Depois constatamos que havia 50 bebedouros industrial que foram roubados em São Paulo. A carga teria destino a escolas de Salvador, na Bahia, mas foi roubada”, descreveu.

Cada bebedor tem uma estimativa de custo de R$ 2 mil. “Com essa pandemia, as escolas estão fechadas, mas depois as crianças terão onde beber água. Eles retornarão para o destino final”, comemorou o delegado.

 

Equipamentos estavam dentro de uma garagem. Foto: Banda B

 

A carga estava em uma casa, dentro de uma garagem. “Conseguimos prender o responsável pelo local, demos o flagrante nele por receptação, agora vamos compartilhar com a especializada algumas informações que foram coletadas lá. Ele não tem nenhum antecedentes, disse que comprou pela internet. Ele tem todo o direito de se defender, mas eu não acreditei em nada”, finalizou Souza.

O homem foi levado para a especializada e responderá por receptação. A carga apreendida será encaminhada para o estado da Bahia.